Todas as mensagens
Link Evento tiras premios desenho quadrinhos


Blog dos Quadrinhos
Omelete
Universo HQ
Gibizada


MANUAL DO MINOTAURO
Laerte
KAKOFONIA
GRAMPÁ
Rafa Coutinho
Gustavo Duarte
Rafael Albuquerque
Edu Medeiros
Braga
Danilo Beyruth
Níquel Náusea
Guilherme.TV
Samuel Casal
Kitagawa
Rodrigo Rosa
Fabio Cobiaco
Allan Sieber
Vida Besta
Candyland Comics
Quanta Academia de Artes

Histórico

Quase Nada 358

 

Quase Nada 358 

 



Categoria: tiras
Escrito por Fabio Moon às 12h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Quase Nada 357

 

Quase Nada 357 

 



Categoria: tiras
Escrito por Fabio Moon às 15h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 
 

Quase Nada 356

 

Quase Nada 356

 



Categoria: tiras
Escrito por Gabriel Bá às 19h31
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Quase Nada 355

 

Quase Nada 355 

 



Categoria: tiras
Escrito por Fabio Moon às 15h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


DOIS IRMÃOS indicado ao prêmio EISNER!

Acabaram de anunciar os indicados ao Eisner Awards 2016 e o DOIS IRMÃOS foi indicado na categoria "Melhor Adaptação de Outra Mídia".

Não poderíamos estar mais felizes.

 



Escrito por Gabriel Bá às 15h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


1 ano de Dois Irmãos

 

O tempo passou voando, já até ultrapassamos a marca que dá nome a esse texto, mas o fato permanece: Há um ano estávamos lançando o Dois Irmãos, começando a maratona de eventos, divulgação, palestras, bate-papos que ocuparam nossos meses de 2015. 

Em um ano conversamos com várias escolas sobre a adaptação, sobre trabalhar em cima de uma história conhecida e qual é o papel do Quadrinista numa adaptação. As escolas se interessam por obras clássicas, são fãs do Milton e foi uma ótima experiência ter contato com alunos do ensino médio, ouvir suas perguntas, suas dúvidas, poder tocar a imaginação e o interesse dos jovens de hoje. A adolescência, esta idade borbulhando de hormônios, ingênua e idealista, é o solo mais fértil para a construção de futuros artistas, para a imaginação, um momento mágico onde basta um estímulo certo para uma pessoas descobrir que é aquilo que ela quer fazer da vida.

 

Em um ano participamos de vários eventos, de Quadrinhos e Literatura, e descobrimos (comprovamos) o imenso abismo que existe entre os dois mundos, a quase inexistente troca entre eles, o fato de muitos dos que foram aos nossos eventos não terem lido a obra original. Quem conhecia o romance parou de ler Quadrinhos na Mônica, quem lia Quadrinhos nunca leu o romance. Num país sem educação e sem interesse na leitura, com as tiragens pequenas que esgotam com muito suor, qualquer avanço e conquista de uma obra é uma vitória. Ter ultrapassado a primeira tiragem de 10 mil cópias e chegado na segunda em 6 meses foi uma alegria pra gente, mas sabemos que podemos chegar muito mais longe. Queremos chegar mais longe. O Brasil é um país imenso e muita gente não está lendo o seu livro porque não sabe que ele existe. Temos um longo caminho pra atingir estas pessoas.

Em um ano viajamos muito com o livro, pelo Brasil e pelo mundo. Foi uma felicidade sem tamanho ter retornado a Manaus e poder compartilhar o resultado de tanto trabalho com o povo Manauara, tão isolado do resto do país. Uma das maiores recompensas deste livro é poder apresentar essa história incrível, esta realidade tão diferente, este Brasil tão incomum para pessoas de todo país. Ainda não conseguimos visitar todos os cantos do Brasil, mas como em tudo no mundo dos Quadrinhos, é preciso ter paciência, que devagar se vai longe. E alegria maior ainda é poder apresentar essa mesma história para outros públicos, outros países. Conseguimos lançar o livro na França, Estados Unidos e Itália, e fizemos eventos de lançamento em todos estes países, podendo conversar com o público e reforçar essa ligação pessoal que nos acompanha desde os tempos do fanzine. Nossa carreira em cada um destes países é diferente, está em estágios distintos, mas foi muito gratificante poder alinhar todos estes caminhos num mesmo ponto. Em cada lugar, a maneira de olhar para a obra era diferente, o interesse era diferente, nos ajudando a entender melhor nosso trabalho, nossa carreira, nosso lugar nisso tudo. Se tudo der certo, novas edições continuarão a surgir e, quem sabe, novas viagens.

 

Não importa o tempo que demorou pra produzir um livro, ele te acompanhará para o resto da sua vida, por isso sempre escolhemos muito cuidadosamente nossos projetos, nossas companhias nesta jornada maravilhosa de literatura, arte e Quadrinhos.

 



Escrito por Gabriel Bá às 11h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Quase Nada 354

Quase Nada 354 



Categoria: tiras
Escrito por Fabio Moon às 12h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Quase Nada 353

 

Quase Nada 353 



Categoria: tiras
Escrito por Fabio Moon às 12h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Quase Nada 352

 

Quase Nada 352 

 



Categoria: tiras
Escrito por Fabio Moon às 10h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 
 

Quase Nada 351

 

Quase Nada 351

 



Categoria: tiras
Escrito por Gabriel Bá às 19h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]