Todas as mensagens
Link Evento tiras premios desenho quadrinhos


Blog dos Quadrinhos
Omelete
Universo HQ
Gibizada


MANUAL DO MINOTAURO
Laerte
KAKOFONIA
GRAMPÁ
Rafa Coutinho
Gustavo Duarte
Rafael Albuquerque
Edu Medeiros
Braga
Danilo Beyruth
Níquel Náusea
Guilherme.TV
Samuel Casal
Kitagawa
Rodrigo Rosa
Fabio Cobiaco
Allan Sieber
Vida Besta
Candyland Comics
Quanta Academia de Artes

Histórico

Falando em viagens

Falando em viagens, estivemos em Bauru e Sorocaba dando palestras no SESC como parte do FestA! (Festival do Aprender) que eles promoveram através de várias de suas unidades. Foi bom voltar para Bauru, cidade do nosso querido amigo Gustavo Duarte (o Gustavo, inclusive, fez questão de ir conosco para nos apresentar aos seus pontos favoritos de seu centro do universo), e fazer um bate-papo animado com o povo de lá, uma nova geração de leitores e autores praticamente virgens do nosso trabalho; novos leitores, aquele frescor e aquele ânimo para quem está descobrindo uma nova paixão. Além do Gustavo, pudemos colocar um papo em dia com os irmãos Vitor e Lu Cafaggi, quadrinistas mineiros dos mais talentosos, que dariam uma palestra no dia seguinte.

Nossa palestra em Bauru foi sobre viagens, sobre o trabalho que viaja, e sobre a crescente demanta do autor, e não só do trabalho, em festivais pelo Brasil e pelo mundo afora. Durante nossa estada em Bauru, demos uma entrevista logo após a sessão de autógrafos para o site Persona: confira aqui.

No dia seguinte, depois de ficar até as quatro da madrugada acordados aproveitando a mais completa experiência bauruense, partimos para nossa palestra no SESC de Sorocaba, e lá encontramos outro talentosíssimo quadrinista mineiro, o Lelis. Novamente, o público muito interessado estava, na sua maioria, ouvindo uma palestra nossa pela primeira vez. Voltamos para São Paulo exaustos depois de dois dias de viagem, duas palestras, várias horas dirigindo, mas completamente recompensados com essa interação com o público.

Agora é produzir muito até Recife.



Escrito por Fabio Moon às 12h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


CCXP Tour em Abril

Quando decidimos que vamos viajar menos, é para poder ficar mais tempo no estúdio e produzir mais. Algumas vezes, nossa produção tem uma motivação, e em certos casos essa motivação são as viagens, e então produzimos com alguma viagem em mente.

Viajamos menos para planejar viajar novamente.

Atualmente, enquanto estamos escrevendo uma nova história e desenhando dois outros Quadrinhos, estamos também nos preparando para nossa próxima viagem. Somos convidados da primeira CCXP Tour Nordeste, braço que se desdobra da bem-sucedida CCXP aqui de São Paulo, que acontece de 13 a 16 de Abril em Recife (no centro de convenções de Pernambuco, que na verdade já fica em Olinda). Estaremos lá todos os dias, participaremos de palestras, teremos mesas no Artists' Alley, teremos nossos livros e teremos novidades.

Nos vemos lá.



Escrito por Fabio Moon às 10h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Dia da Mulher

Todo dia eu agradeço às mulheres da minha vida por me ajudarem a ser um ser humano melhor. (alguns homens ajudam, também)

Ainda assim, fiz esse desenho hoje, no Cintiq, para começar esse dia agradecendo uma vez mais.



Escrito por Fabio Moon às 11h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


100 anos de Will Eisner

Hoje, Will Eisner completaria 100 anos.  Ele é um dos quadrinistas mais importantes da história da nona arte mundial, e influenciou gerações com suas histórias e com seus livros sobre a arte de fazer Quadrinhos. O site Omelete colocou online diversos artigos falando da importância de Eisner, e publicou uma galeria de quadrinistas nacionais prestando homenagem ao artista cujo nome é sinônimo de excelência (e que não por acaso batizou o maior prêmio de Quadrinhos do mercado americano, o Eisner Award).

Eu e o Bá fizemos este dois desenhos especialmente para a ocasião.

O Bá retratou os personagens fantasmas de O Edifício, primeira história do Will Eisner que lemos e que nos marcou muito.

Eu resolvi desenhar o personagem mais famoso de Eisner, o Spirit, mas enquanto pensava na pose, no terno, no chapéu, fiquei pensando que, se Eisner fosse criar o Spirit nos dias de hoje, para os dias de hoje, talvez esse espírito do tempo fosse uma mulher. Por que não?

Conhecer o trabalho de Will Eisner é um bem que você faz para você mesmo e, se você quer fazer Quadrinhos, é leitura obrigatória para todo contador de histórias.



Escrito por Fabio Moon às 16h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]